Notícias

Turismo pedagógico leva cultura a estudantes de todo o país
Crianças e adolescentes aprendem lições práticas de história e geografia em um passeio que une diversão e conhecimento


Com o objetivo de apresentar o país aos seus pequenos cidadãos - e contribuir para o desenvolvimento intelectual dos estudantes, algumas prefeituras e governos de estado estão promovendo programas de viagem para alunos de escolas públicas.

“A iniciativa estimula o aprendizado e oferece uma experiência turística inédita a boa parte dos alunos”, disse o ministro Gastão Vieira. “Além de aguçar a curiosidade por descobrir outros destinos, a criança compartilha suas experiências com familiares e amigos”, afirma.

O Programa Turismo do Saber, em São Paulo, levou neste verão cerca de 2.150 crianças de 80 cidades do interior de São Paulo para conhecer o litoral. A Secretaria de Turismo do Estado providenciou ônibus para o transporte, lanches, material pedagógico entre outros. A hospedagem das crianças entre 9 e 11 anos foi feita por escolas das cidades anfitriãs. A iniciativa é uma parceria da Secretaria de Turismo de São Paulo e da Secretaria de Educação.

A ideia desse programa foi unir diversão, lazer, integração e conhecimento, por meio da descoberta de novas culturas. As viagens foram de uma semana (de segunda a sexta-feira) e acontecem duas vezes por ano (janeiro e julho). As delegações são formadas pelas crianças, seus professores, monitores e um policial militar.

A maioria dos alunos tem, nessa experiência, seu primeiro contato com o campo ou o mar, segundo o secretário de turismo de São Paulo, Cláudio Valverde. “Além de permitir uma vivência na prática da atividade turística, o programa tem um forte apelo de inclusão social”, diz. Esse alunos também atuam como agentes na divulgação dos atrativos turísticos das cidades visitadas.

O Ministério do Turismo já implantou, em caráter piloto, o Programa Viaja Mais Jovem, que leva alunos de escolas públicas para conhecer outras cidades turísticas de seu próprio estado. No Acre, o programa chegou a atender 600 alunos de 13 escolas públicas estaduais. No Espírito Santo, o programa foi implantado em 2011 e até o ano passado já havia atendido 4,5 mil alunos da 8ª e 9ª séries de 59 escolas.
 
 
Parceiros:

     

Mapa do Site
| Contato
Melhor visualizado em1024x768
Copyright 2000/2008 SINHORES-SP Ltda. Site desenvolvido por Departamento de informática do SINHORES-SP