Notícias

Brasil Está Entre os Principais Destinos Turísticos LGBT

O Brasil é um dos países mais procurados na América do Sul pelos turistas LGBTs. Os principais destinos são Recife, Salvador, Rio de Janeiro, Brasília, São Paulo e Florianópolis. Com a realização de mais de 180 Paradas LGBTs por ano, o País oferece cultura, lazer e entretenimento, bem como aquisição de artigos de luxo, muito procurado por esse público.

O diretor de Produtos e Destinos da Embratur, Marco Lomanto, ressaltou a importância do Turismo LGBT para o Brasil. Para ele, é preciso adequar os serviços e se preparar para receber esse público que só cresce e é conhecido por movimentar milhões em todo País. “Nosso objetivo é ampliar a visibilidade e a participação do Brasil no segmento turístico LGBT mundial, aumentando, assim, a entrada de visitantes e de divisas por meio desse segmento”, afirmou.

Em 2010, foi assinado Acordo de Cooperação entre Ministério do Turismo, Embratur e ABRAT-GLS (Associação Brasileira de Turismo para Gays, Lésbicas e Simpatizantes) para o desenvolvimento de ações conjuntas na promoção do segmento no Brasil e no exterior. A parceria prevê ações de apoio à comercialização dos produtos, serviços e destinos do turismo LGBT, além da qualificação de profissionais que atuam na área.

No âmbito desse instrumento foram realizadas ações de promoção, como a captação e realização da Convenção Mundial da IGLTA (International Gay and Lesbian Tourism Association), em Florianópolis, no ano de 2012. A IGLTA é considerada a entidade mais importante do segmento LGBT mundial, pois agrega os melhores e maiores operadores e agentes de turismo deste segmento.

“A ideia é alertar o público para a importância do mercado LGBT e discutir as melhores práticas da indústria do turismo”, destacou Lomanto.

Perfil do turista LGBT

O segmento cresce, mundialmente, 20% ao ano. Estudos de 2010 da Community Marketing International mostraram que o público LGBT prefere viajar ao invés de comprar bens de consumo. As viagens lideram a preferência desse consumidor, com mais de 30% dos gastos do grupo LGBT.
Segundo a IGLTA, os turistas desse segmento movimentam por ano, no mundo, um valor estimado de US$ 70 bilhões, fazendo de três a quatro viagens anuais e gastam 30% a mais do que outros viajantes.

Além disso, o perfil do turista desse segmento é composto por pessoas solteiras, sem filhos e pertencentes às classes média e alta. Com isso, suas despesas mensais fixas são mais baixas e o maior poder de compra faz deles consumidores potenciais de viagens e lazer.
 
 
Parceiros:

     

Mapa do Site
| Contato
Melhor visualizado em1024x768
Copyright 2000/2008 SINHORES-SP Ltda. Site desenvolvido por Departamento de informática do SINHORES-SP